segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Pão de Inhame



Alô criançada, walk in the line?
A receita de hoje tem quatro explicações do porquê estar aqui. A primeira é pra seguir a onda dos tubérculos e tentar incentivá-los a usar cará, inhame, mandioca. A segunda explicação eu esqueci. A terceira é pra lembrar sobre Minas Gerais. Tempos de infância onde meu pai comia inhame com melado, tempos de bebedeira onde eu ia ao mercado central de BH de virote e comia fígado com jiló, chouriço acompanhando a primeira do dia ou uma das ultimas da noite anterior. A quarta é que utilizando o jiló, você poderá comer sozinho pois ninguém gosta. (Mentira essa quarta explicação, ou não). Foi um teste e ficou bem interessante o gosto. Variar nas coberturas daquela pizza-pão-seilaoque é bem fácil. Chega de falar que já não tem mais sentido. Vamos à receita.


Pão de Inhame

Ingredientes:

1 colher (sopa) de fermento biológico em pó
250 ml de leite morno
500g de farinha de trigo
500g de inhame cozido
2 gemas
30g de manteiga
1 colher (chá) de sal
50g de açúcar

Modo de Fazer:

Enquanto o inhame cozinha, pegue uma tigela, junte o fermento, o leite e 50g de farinha. Deixe fermentar por 30 minutos.
Adicione o inhame quase desmanchando, as gemas, a manteiga, o sal, o açúcar. Junte aos poucos a farinha de trigo e misture bem com uma colher de pau (até a massa se desgrudar das paredes da tigela).
Em uma superfície lisa, polvilhe um pouco de farinha e sove por uns 5 minutos.
Faça bolinhas (se for fazer pães pequenos) ou do tamanho que desejar.
Coloque na forma, deixe descansar por cerca de meia hora.
Asse em forno pré-aquecido a 180-200 graus ou até que estejam dourados.




Sugestão: Abra ela da grossura de um dedo e coloque em cima o que sua criatividade mandar, fica tipo uma focaccia, macia por dentro e um pouco crocante por fora.
A cobertura da foto é de alho poro, calabresa, jiló e mussarela.
Compre muita cerveja e seja feliz.

7 comentários:

Robisson Sete disse...

huaaaaaaaaahahahahahahahaha

eaí mestre cuca das mil e uma receitas

passando pra deixar um abraço

Cecília Borges disse...

meu forno estragou.
e eu bebi a grana do conserto.
comerei comida crua por um bom tempo, pode dar receita que só precisa de geladeira?
bj

Anônimo disse...

Vou fazer e depois postar se ficou bom... Se ficar ruim eu te mato. Mas se ficar bom, direi que eu que inventei essa receita...huahau
Bju Fabi

Diógenes disse...

salve salve tubérculos

Antonio disse...

nhami nhami nhami

lagemartins@hotmail.com disse...

E aí, cara? Pensou que eu não fosse aparecer, hein?!!
Mais uma vez parabéns pelas aulas de peixe. Só deixei de pedir uma receita de pirão, para aproveitar as cabeças de lagosta. É uma pena matar aqueles bichinhos e não aproveitar as cabeças...
Também continuo aguardando as receitas do curso, ok?

Abraços e parabéns pelas aulas e pelo site.
Antonio Carlos Lage lagemartins@hotmail.com

Leonardo disse...

Ou, alem dessa porra de jilo, o que da pra colocar ai?

 
Locations of visitors to this page